Crônicast #07 — É amor? Deixa doer…
12 de julho de 2013
Crônicast #09 – Muito antes de você
14 de setembro de 2013

Crônicast #08 — Amar não é sofrer

Crôni­cas da Redenção — S01E03

Será que o sofri­men­to é sem­pre algo neg­a­ti­vo na vida das pes­soas? A dor e a angús­tia que as pes­soas sen­tem é fru­to do cas­ti­go de Deus ou de algum peca­do escon­di­do, ou exis­tem out­ros fatores a se con­sid­er­ar diante de um cenário difí­cil na vida dos fil­hos de Deus? Você já pas­sou por algu­ma situ­ação dessas? Algum momen­to onde a dor, físi­ca ou psi­cológ­i­ca, era tão forte que você sen­tiu von­tade de se voltar para Deus e demon­strar sua insat­is­fação e revol­ta? Que per­gun­tas você fez a ele? A lon­go pra­zo, essa exper­iên­cia te trouxe algum bene­fí­cio? Hoje ire­mos faz­er um pequeno desvio em nos­sa história e nar­ra um episó­dio em nos­sa tra­ma que acon­tece para­le­la­mente, a parte. Ire­mos estu­dar a história de Jó. Jó é um exem­p­lo de per­se­ver­ança e paciên­cia na Bíblia. Sua pos­tu­ra frente à per­da e ao sofri­men­to, mostram como, a lon­go pra­zo, Deus pode usar a nos­sa dor para bene­fí­cio nos­so, de out­ros, e no final, para a sua glória.

Nesta série:

Outras postagens do site: